11-4514-5791 | 11-95135-4734 contato@escritoriorazao.com.br

Como calcular o valor para iniciar o seu negócio?

O plano de negócios é a porta de entrada para quem quer empreender. Abrir uma empresa pede planejamento e muita organização para que o sucesso seja alcançado. Para que isso aconteça é preciso estar atento a todos os detalhes desde o inicio. Decida qual tipo de negócio vai criar e para quem vai oferecer os seus serviços e o mais importante: em quanto tempo pretende ter seu investimento de volta.

Qualquer pessoa que queia empreender deve se ater a um plano de negócios. Isso vai ajudar você a ter organização na hora de começar o seu negócio e vai tornar as coisas muito mais fáceis.

Como calcular o investimento?

O primeiro passo é questão documental e toda a parte burocrática que engloba a abertura da empresa. Isso inclui: licenças, abertura de CNPJ, pagamento de taxas, alvarás, honorários contábeis, entre outros. A melhor maneira de cuidar dessa parte e não se atrapalhar é através de uma planilha.

Além destes gastos, você precisará se focar em propaganda e marketing, máquinas e equipamentos, decoração, site, perfis em redes sociais, logomarca, material gráfico, etc.

Todas as despesas, por menores que sejam, devem constar no planejamento, pois mais cedo ou mais tarde elas farão diferença.

Calcule também as despesas mensais, sejam elas fixas ou variáveis.

Despesas fixas: salários, comissões, aluguel, luz, internet, marketing, manutenção, materiais de limpeza e escritório, sistemas de segurança, seguro, etc.

Despesas variáveis: coloque um valor estimado, pois são despesas impossíveis de prever.

Além destes gatos será imprescindível que você possua um capital de giro, mas caso você não tenha este valor, lembre-se que existem alguns bancos que oferecem microcréditos para pequenos empresários e com juros com taxas muito baixas.

Após todos estes passos, é interessante que você possua um capital de giro, seja ele dinheiro seu ou financiado. O importante é você saber em quanto tempo conseguirá obter retorno do que investiu e assim conseguir fazer um cálculo mais próximo do real possível.